Pode ser que tenhamos sorte

Lá para o meio da semana o BCE/FEEF/FMI apresentarão uma fotografia da situação e as propostas para lidar com os apertos mais imediatos. Pode ser que tenhamos sorte e deparemos com a brutal incompetência de gestão da causa pública e não só. Pode ser, mas nunca fiar, ao fim e ao cabo o vice do BCE é o inenarrável Vítor. Se tivermos sorte, deixaremos de ouvir com tanta insistência os apelos à união, coligações com desastrados, incompetentes e vigaristas revela baixíssimo nível de exigência para companhias, mas enfim, isso seria pedir demais, muito para além do que pode dar a desastrada elite nacional que sempre confundiu, quando lhe interessa, cedências com falta de critério – os lusos nunca tiveram muito critério, alguma coisa boa pode derivar de tal, somos o povo preferido para testar novidades, Sextus supõe que as mais inúteis não porque então enganaremos fatalmente quem a nós recorre.

Sextus também critica Catroga mas por outra razão – quando se sabe que não o faremos, então não devemos anunciar a nossa incapacidade, mas só por isto. Contemporâneo de Sextus, mais famoso do que ele, Santo Agostinho dizia que um Estado sem direito não passava de um bando de ladrões, mas este tipo de frases soa muito mal para os delicados tímpanos pós-pós-modernos.

Se tivermos sorte esta semana, se os comentadores residentes deixarem, iremos também perceber que não nos é pedido fazer coisas extraordinárias, não esperam que façamos motas que se auto-conduzem, que façamos roupas que se podem comer, que façamos computadores que nos vistam, que comercializemos tomates com sabor a maçã e cortiças com consistência de borracha. O que nos vão pedir é que não compremos dois campos de futebol em Matosinhos pelos motivos avançados.

Enquanto que tal continuar a ser possível, nem um sexteto de BCE2/FMI2/FEEF2 nos resgata. Enquanto tal for possível é porque este país continua a não apresentar credenciais mínimas para se governar. 

Quem acredita que só por unir se transforma a caracteristica profunda de tal gente ou é ingénuo ou então talvez seja algo parecido, talvez a distância não seja tão grande, talvez a discordância não seja tão profunda.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s