“Orelhas Moucas”

Foi um inesquecível momento televisivo assistir ao jogo de cintura e rápidas trocas de pés pelas mãos com que Sócrates negou as nomeações de última hora dos poucos Boys que há por nomear, enquanto imediatamente atrás, Paulo Campos, um “Nomeador Compulsivo” compunha um ar de … como dizer … assim para … isso mesmo, ar de “Orelhas Moucas”.

Eis Paulo Campos a repetir a sua velha máxima “há sempre lugar para mais um”.

Anúncios

Sobre António Vieira Lopes

Liberal na Economia. Pouco. Conservador em tudo o resto. O que é muito. Morrerei médico.
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s