Economia e Finanças (I)

Não tenho formação na área de economia e finanças, apenas a escola que a vida me foi dando e alguns conhecimentos de História, que julgo ser uma ciência para a qual, os futuros ministros da Economia e das Finanças, deveriam olhar com atenção.

Fala-se na necessidade de baixar a taixa social única, aparecendo no memorando do FMI como um item de cumprimento obrigatório. Este abaixamento deixaria cash-flow nas empresas, permitindo-lhes o eventual reinvestimento em melhoria da produção, markting, ou para o que fosse entendível pelos gestores como a aplicação mais útil. Aqui chegados, seria necessário criar mecanismos de maior responsabilização dos gestores das empresas pela forma de aplicação dos fundos de tesouraria assim libertos.

Em contra-corrente ao abaixamento da taxa social única, pergunta-se qual a fórmula para equilibrar as perdas de tesouraria do Estado!

Entendo que com uma política correcta na área do IVA se poderá resolver o problema, sem deixar de pensar nos mais desfavorecidos e com menos capacidades económicas.

E como?

Na minha opinião dever-se-ia aplicar a taxa mais baixa apenas aos produtos do chamado cabaz essencial (cereais, pão, leite, legumes, azeite, óleo, etc.), dando a taxa mínima a produtos de origem nacional; não se compreende como uma Coca-Cola, o bacalhau e outros produtos congéneres pagam a taxa mínima de IVA.

A diferenciação entre produtos de origem nacional ou equivalentes importados do estrangeiro parece-me da maior importância! Entendo que seria um estímulo ao rearranque da produção agrícola e pesqueira nacionais, desde que houvesse o cuidado de, em paralelo, serem criadas estruturas locais de escoamento desses produtos, que funcionariam em proximidade, com um enriquecimento da concorrência com a grande distribuição. Haveria a criação de emprego nas pescas, na agricultura e na comercialização dos respectivos produtos.

Em consequência acabar-se-ia com a taxa intermédia de IVA, passando os restantes produtos e serviços para a taxa máxima.

Poder-se-á afirmar que o que aqui escrevi será mais um ataque ao poder de compra da classe média e da população!

A desoneração dos custos do trabalho parece-me fundamental para a reactivação da Economia!

A defesa dos produtos nacionais e do cabaz mínimo é a defesa da desoneração das importações e dum melhor equilíbrio da balança de pagamentos, sendo que a defesa do cabaz mínimo é indiscutível face ás dificuldades já evidentes de uma franja importante da população,

Anúncios

Sobre Jorge G. Pereira

Sou Português, nascido no Porto, terra de tradição antiga e firme, de onde nasceu o nome de Portugal,
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

4 respostas a Economia e Finanças (I)

  1. Kaiser Black diz:

    Parecem-me um bom punhado de boas ideias, sendo que a principal, criar uma taxa de IVA reduzida para produtos nacionais, como proteccionista, não é de todo concretizável, por impossibilidade da legislação fiscal da UE. Deve esse instinto, sim, partir de todos nós… O que é português é bom !

    • Jorge G. Pereira diz:

      Meu caro Kaiser
      Bem sei que no actual contexto da UE não é possível. Mas face ás dificuldades dos paises seria uma proposta a negociar na UE como medidade de excepção nestes países.

  2. H.C.Chilão diz:

    Excelente exposição da situação actual. Só os cegos de espirito é que não conseguem ver. Pobre País que tal gente tem. PARABÉNS Dr. Jorge Pereira.

    • Jorge G. Pereira diz:

      Caro H. Chilão
      Se tiver a curiosidade de ler os meus escritos de há meses a esta parte poderá verificar que o ando a fazer a algum tempo.
      Cumprimentos
      JP

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s