o tal de Moody’s …

Depois de correr, e bem,  com um tal de José Sócrates, muitos portugueses querem agora correr com um tal de Moody’s.  O problema é que este tal de Moody’s não tenciona ir a votos e tem morada incerta.

Apesar das dificuldades,  estes portugueses não desanimam e, na velha tradição indígena de perder o maior tempo que for possível em qualquer coisa desde que não tenha qualquer  interesse, lá conseguiram entupir o acesso ao “site” do tal de Moody’s que deve ter ficado, imagino eu, muito incomodado com tal demonstração de querer e vontade.

Quanto ao problema de haver 400.000 funcionários públicos em excesso, um estado social incomportável para a riqueza produzida e se terem, literalmente,  “torrado” milhares de milhões em obras para “animar a malta”, com o superior refinamento de tudo isto ter sido feito através do recurso ao endividamento no estrangeiro, parece não haver grande vontade de o enfrentar.

É mais fácil malhar no tal de Moody’s e, além disso, está na altura de irmos para “banhos”, nem que seja cá dentro.

Anúncios

Sobre António Vieira Lopes

Liberal na Economia. Pouco. Conservador em tudo o resto. O que é muito. Morrerei médico.
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s