Arquivos Mensais: Outubro 2012

Sonhar é fácil, difícil é o pesadelo, junte-se a mim Sr. Duque

Hoje João Duque fez vários comentários que se destacam pela sua compreensibilidade. Entre outras coisas afirmou que as hipóteses de Portugal voltar aos mercados financeiros em 2014, são essencialmente produto do desvario que reina em comunhão com a voracidade insaciável … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

Sextus presta tributo a Barzun e junta-o a Janus depois de passar em breve por Hazlitt ou como seria grande conseguirmos “fazer parecer”

Morreu ontem Jacques Barzun aos 104 anos de idade, um dos grandes historiadores deste tempo. Sextus conhece mal a sua obra mas leu um dos seus últimos trabalhos onde o declínio do ocidente neste últimos quinhentos anos é revisitado. O … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

Quando as finisterras são onde tudo acaba e de onde tudo foge e não de onde melhor se parte

Continua o desenrolar mais ou menos manipulador da crise europeia e lusitana. Seriam tempos que, se existisse outro tipo de homens, poderiam ser vividos com a inclusão de Cronos mas os tempos modernos pretenderam abolir quer o tempo quer o espaço. … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

Nestes tempos de manipulação dão-se alvíssaras a quem consegue vêr claro ou quando o medo de Ramos se junta à jubilação de Gaspar

É sabido que o raciocínio humano não se apoia fundamentalmente na lógica nem sequer numa digressão iterativa sobre dados que vão sendo coleccionados. Aparentemente tal consiste numa fatalidade da construção do nosso cérebro, para poder funcionar de forma útil trabalhamos … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

Prémio Nobel da Paz.

Soubemos hoje, que o prémio Nobel da Paz foi atribuído á União Europeia! É um sinal preocupante para qualquer europeu porque como se costuma dizer por este rectângulo ” quando a esmola é grande, o pobre desconfia”. A perplexidade é … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Etiquetas , | Publicar um comentário

O triunfo do Outono ou quando o tempo desacelera, as gorduras pingam ao lume enquanto o kebab vai sendo cortado

Uma das frases mais repetidas afirma a aceleração da história e do tempo, depois de se ter assumido o nonsense do fim da história. É mesmo uma das sentenças mais consensuais, mas como de costume a moeda tem duas faces. … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

O país de servos administrado por funcionários está imune aos colapsos ou Gaspar revisita a ilha da Páscoa

Dizem com alguma frequência a Sextus que o actual governo deixou de poder cumprir a sua missão com o aprofundar do fosso que separa o desejo do vivenciado, com a dúvida instalada pelos fracos resultados do que para alguns já constitui … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário