Sextus interpreta Cavaco e apresenta as duas boas alternativas, ou, todos juntooos, ou, encosta-te a mimm

A notícia da semana passada passou razoavelmente pelas segundas páginas da imprensa lusa e as reacções internacionais foram também pouco vigorosas com muito poucas excepções. A notícia base é, obviamente, a denúncia do funcionário da NSA americana, mas talvez que a melhor notícia seja o à vontade com que tal foi justificado pelo ocupante da Casa Branca, ou a apreensão sobre o curto caminho da troca da liberdade pela segurança, velozmente percorrido com a ajuda do gesto do tempo e de várias falácias. E certamente, mesmo além das falácias a pura manipulação de que tais escutas nos salvaram de dezenas de potenciais atentados crueis que nos sangrariam até ao presente.

E isto cola, ai se cola, o homem normalizado está afogado em convicções, se por acaso ainda consegue ter animo para abrir a boca esta será imediatamente cheia por uma catilinária novilinguística em quantidades até à eructação.

Algumas derivações interessantes podem ser construídas desta escuta mundial – o Echelon já tinha sido convenientemente abafado e esquecido por uma trupe de capatazes dispostos a tudo – uma delas é a confissão pelos autores da novilíngua que esta não basta, é preciso mais alguma coisa, a vigilância e os benefícios decorrentes da publicação da mesma. Isto pode mesmo constituir um bom indicador do rumo que tomámos para formas de ditadura global mais ou menos amolecidas, de facto, enquanto que a vigilância global secreta faz parte das sociedades ainda livres que têm consciência da sua imperfeição, a vigilância divulgada é própria das sociedades totalitárias, talvez que na novilíngua venha a ser usado o termo global, um irmão do totalizante.

Mas também se pode construir uma derivação com perfil económico honrando o domínio dos gestores, dos financeiros, dos economistas, enfim dos tutti-quanti. Por exemplo, a corrente da escola austríaca foi a que melhor desenvolveu o conceito da máxima quantidade de informação do mercado estar incluída no preço e afirma que qualquer tentativa para corrigir qualquer desvio importante desta regra cai vítima inevitável de si própria ao roubar uma quantidade de informação que o preço transporta. É preciso ter a lembrança que é neste pilar que se sustenta o conhecido neoliberalismo económico.

A vigilância feita pela NSA abrange a totalidade, ou a globalidade como agora se diz. Será bastante ingénuo e coerente com povos preguiçosos imaginar que tamanho trabalho fique sem rendimento apreciável. Sextus não pode saber quanto é que foi usado desta colecção de dados na manipulação dos mercados e das indústrias, mas algo foi. Aliás, a teoria austríaca falha por várias razões, uma delas porque não incorpora os desenvolvimentos posteriores da teoria do jogo, outra porque incorpora a desacreditada presunção da racionalidade dos agentes económicos, mas talvez fundamentalmente, porque entra em voo estratosférico e já não consegue regressar à terra dos homens reais que se guerreiam, que manipulam, que mentem, que ocultam, que disfarçam para conseguir uma vantagem competitiva decisiva e deformante do modelo teórico do mercado concorrencial. A falência da teoria austríaca radica na manipulação da razão ao não aceitar que a sua repudiada regulamentação não passa de outra forma de manipulação por escuta mais ou menos secreta dos dados por alguns.

A CE veio, alguns dias depois de algumas pressões, manifestar-se evitando a passagem da declaração do seu óbito porque alguns começavam a ficar incomodados com a assimetria, maior do que sonhavam, em comparação com os que têm acesso á informação.
Portugal, coitado, não reage, quer porque não sabe, quer porque os capatazes em funções não podem ter essa tarefa, outra coisa lhe está distribuída. Apenas tivemos que penosamente ouvir o primeiro representante a antecipadamente pedir ajuda quando chegarmos á data fatídica de 30 de Junho de 2014 e voltarmos a perceber melhor que nos vendemos por alguns patacos, que os compradores olham para nós com um sarcasmo fatigado depois da medíocre performance dos capatazes que nos arranjaram.

Mas devemos pensar que a vigilância é sempre uma derradeira manifestação de vitalidade de uma sociedade acossada, os vigiados constituem a massa cacãnica que corre o risco de ser incorporada, diluída, raramente destruída. Até lá devemos cantar ou uma versão de todos juntos ou quiçá, mesmo o encosta-te a mim – acho que é assim, não é?.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s